Casas italianas

Casas italianas

Casas italianas – As casas italianas são diferentes das Brasileiras de forma geral, pois tem o fator frio e a falta de terra. Normalmente uma família tem um filho ou um cachorro, e o casamento normalmente é após os 35 anos, por isso as casa são muito pequenas, tecnológicas e muito bem mobiliadas.

Até existe o conceito de faxineira, mas como custa 10 euros por hora, sem possibilidade de negociação, e por isso quem limpa são sempre os moradores. Os serviços de faxina, normalmente funciona por visitas de 3 horas semanais, mas quem lava e passa normalmente são as moradoras mesmo.

As casas novas, que são muito raras, normalmente tem painel solar e produzem a própria energia elétrica, a qual normalmente é usada também para o aquecimento de inverno. Estas casas são construídas com alta tecnologia e normalmente apresentam classe energética AAA.

As casas italianas convencionais, são velhas, na maioria com mais de 50 anos, mas muito confortáveis. As que normalmente estão disponiveis para locação, são as casas italianas com o nome de Monolocale (quitinete) ou bi-locale (quarto e sala) normalmente com 30 metros quadrados.

casa.it – Um passos para as Casas italianas

O site Casa.it é uma opção para buscar casas na Itália, é um portal focado em venda e locação, mas feito para o publico italiano e não para o publico estrangeiro. Por isso a casa.it, vai te dar uma noção do que existe de casas disponíveis, mas quando você enviar um pedido de contato, provavelmente não terá resposta.

A mão de obra na Itália é muito cara e as pessoas são muito qualificadas, por isso não existe muito respostas automáticas e descomprometidas. Normalmente quem envia uma solicitação tem interesse real e imediato e quem recebe a solicitação também.

Em boa parte dos anúncios esta escrito que não respondem perguntas descomprometidas com a compra ou com o aluguel, eles são bem diretos sobre este assunto.

A principal concorrentes da casa.it é a immobiliare.it

Imoveis na Italia

Imoveis na Italia, quase todas as semanas recebemos contatos de Brasileiros que estão na Itália e precisam de aluguel na Italia e não conseguem. Alguns estão aqui há semanas e não conseguem alugar um apartamento.

Isso acontece por um motivo muito simples, os contratos para os imoveis na italia são normalmente de 4 anos + 4 anos. E os Brasileiros querem um imóvel para 3 meses, durante o pedido da cidadania italiana. E se conseguirem um emprego, podem até ficar morando. Mas não querem um compromisso de longo prazo, o que faz muito sentido, para o Brasileiro, mas não faz tanto sentido para os proprietários dos imóveis na Itália.

Normalmente os proprietários imoveis na italia, exigem 6 meses de aluguel em garantia + os 4 meses que a pessoa vai ficar no imóvel. Tudo pago de uma vez, no momento da assinatura do contrato.

O valor previsto que você terá de custo com as contas de consumo como agua, luz, taxa de lixo, internet e eletricidade. Varia entre 600 euros e 2 mil euros, para o período de 4 meses. A variação ocorre caso seja inverno e a casa não tenha termo capoto, que explico melhor mais abaixo. Os modem de internet são sempre vendidos por 200 euros e normalmente quando se cancela o contrato tem multa. Recomento sempre usar a internet do celular mesmo, é mais barata para um período tão pequeno.

O valor de aluguel na Italia médio, de um imóvel simples, com mobília, modelo quarto e sala é de 500 euros por mês. Em cidades pequenas, fora da temporada, mas pode facilmente variar para 900 euros, dependendo da cidade.

Aluguel na italia para cidadania

Aluguel na italia para cidadania – Alguns Youtubers dizem que o aluguel na italia para cidadania é fácil. E apesar de as pessoas saberem que não será fácil, não imaginam quanto é difícil conseguir convencer um Italiano a fazer um contrato de aluguel, de alto risco.

Explico porque alto risco: um processo judicial de despejo na Itália custa pelo menos 2500 euros. E se o inquilino tiver filhos menores de 18 anos, não pode ser despejado.

Por outro lado, os proprietários das casas italianas, precisa pagar 400 euros para registrar o contrato. E mais 26% do valor que ele recebe de aluguel em imposto. Por isso os proprietários não tem interesse em alugar para uma pessoa que não tem renda comprovada na Itália. E nem histórico de crédito italiano, que é o que ele conhece.

Agora pare e se coloque no lugar dele, para ver se vale a pena alugar um imóvel por 2 mil euros, para 4 meses? Lembre-se que você não conhece esta pessoa e não tem como tirar referencias dela. A única informação que se tem é um contato por e-mail. Pois, nem a voz tem como ouvir, já que ela normalmente não fala italiano. Mesmo que a pessoa te pague tudo antecipado, se ela não sair do imóvel, você terá grandes problemas. O rendimento liquido com o aluguel, retirando a taxa de registro e os impostos é de 1.080 euros para 4 meses. Sem poder alugar este imóvel para outro italiano, que não te apresenta riscos. Por isso, ninguém vai responder seus pedidos de aluguel na italia para cidadania, quando você envia e-mail.

Casas baratas na italia

Casas baratas na italia – Uma outra alternativa seria entrar em contato com uma imobiliária italiana para ela fazer a intermediação com o proprietário.

Na Itália, quem paga a agencia imobiliária é tanto do inquilino como o proprietário do imóvel, normalmente um aluguel cada um.

Como as agencias sabem que os proprietários não vão aceitar ficar com 580 euros (retirando dos 2 mil euros, os impostos, taxa de contrato e taxa da imobiliária) para 4 meses de aluguel, elas nem tentam. Pode enviar e-mail para 100 imobiliárias que nenhuma vai responder, as únicas que respondem são as que o imóvel fica nas montanhas ou não tem termo capoto. O termo Capoto é uma camada de isopor por fora da casa, para manter ela vedada no inverno e assim não gastar um absurdo de gás, para manter a casa aquecida no inverno. A diferença de custo com gás em uma casa com termo capoto e uma sem, é em torno de 300 euros por mês, tem uma youtuber que fala sobre isso em um vídeo, ela gastou 1.500 euros de gás em 4 meses.

Aluguel na Italia – ultimas considerações

Outro fator importante quando o assunto é aluguel na Itália, é que os italianos conhecem pessoas, que já tiveram problemas com estrangeiros. Pois para eles é tudo a mesma coisa, independente se é africano, albanês, romeno, argentino ou brasileiro. Estou falando que conhecem, pois é verdade, conhecem mesmo, já que existem muitos estrangeiros na Itália, que vieram se aventurar, sem nenhum compromisso sério.

A maioria das imobiliárias que já conversei, sabem de casos onde estrangeiros que cometeram pequena avarias no imóvel e disseram que não foram eles.

Isso deixa qualquer europeu louco e eles não querem stress. Não é muito comum a vistória no imóvel, e caso tenha qualquer problema o proprietário tem hombridade e resolve sem questionar.

Mas quando o inquilino não faz o mesmo, a coisa complica, pois eles retém o valor da garantia (que é de 6 meses de aluguel normalmente) e não devolvem por nada. E ainda processam o inquilino, caso o custo do reparo seja maior que o da garantia, é bem sério.

O proprietário só aceita alugar um imóvel para um estrangeiro se esta tendo muita dificuldade em alugar, caso contrario nem responde ao pedido de aluguel na italia para cidadania.

Tenha muito cuidado antes de vir para Itália, negocie as Casas italianas antes, não deixe para a ultima hora, pois poderá voltar para o Brasil sem a cidadania italiana.

Casas italianas

Casas Italianas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciando
Precisa de ajuda?